Proteção de Deus – Célia Ribeiro

Proteção de Deus – Célia Ribeiro

abril 2, 2016 0 Por Célia Ribeiro

PROTEÇÀO DE DEUS

Quanto mais forte formos mais nitidamente ouviremos a voz de Deus no nosso interior. Deveremos antes de tudo, pedir perdão. Perdoar é remover fatos de nossa mente e emoções, não imputando mais a pessoa, sua culpa. Perdoar é restaurar ã pessoa a mesma posição que ela ocupava antes no nosso coração. Existem meios que nos dão a proteção de Deus: oração da fé, cinturão da verdade, couraça da justiça, calçar os pés com o evangelho, escudo da fé, capacete da salvação e a espada do Espírito. Oração da fé: Em Tiago 5,15, Deus nos diz: “A oração da fé, salvará o enfermo e o Senhor o levantará e se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados”.Logo, existe uma relação entre pecados cometidos e a enfermidade. Isto nos mostra que as maldições que nos sobrevieram através de doenças ou enfermidades, podem ter suas origens em pecados. E por isso, precisamos orar, confessando-os e respondendo as maldições que aqueles pecados trouxeram, como: enfermidades, depressões, falências, divórcios, etc…Cinturão da verdade:  É  ela que nos protege das mentiras e dos enganos diabólicos. Ë necessário Ter uma aliança bem forte com a verdade, custe o que custar, para sermos protegidos espiritualmente. A Bíblia nos fala dos “espíritos de engano”. Estes espíritos enche as mentes das pessoas com dúvidas, pensamentos e até heresias, ou seja, falsos ensinamentos. Para nos proteger é necessário um compromisso com a verdade, buscar a verdade e querer a verdade. Quantas pessoas que perceberam opressões e ataques espirituais em suas vidas, e cederam a certos ataques, aceitando “ensinos estranhos” e “doutrinas falsas” ?Couraça da justiça: Reveste todo o corpo. A couraça é a proteção mais evidente do soldado. Está escrito que o “diabo anda em derredor”( I Pd 5:8). Por que faz isto? Porque está procurando brechas na couraça, para entrar em nossa vida. Observa, estuda relacionamentos, todas as áreas, nossas palavras emoções, opiniões, negócios. Jesus disse: “Sede perfeitos, como perfeito é o vosso pai celeste” ( Mt 5,48).Calçar os pés com o evangelho da paz: Estarmos preparados para anunciar o evangelho é possuir uma arma que guarda nossos pés, são nossos sapatos espirituais. Os pés tocam o mundo, o pó, ao sujeira. Se não estamos prontos para anunciar o Evangelho, é possível que a sujeira deste mundo, possa até nos influenciar. Ou influenciamos o mundo com o nosso evangelho ou ele nos influencia com suas sujeiras espirituais. Escudo da fé: tem o poder de apagar os dardos inflamados do maligno. Dardos são pequenas setas que penetram por entre a couraça da armadura. Como são pequenos não são percebidos. E os escudos da fé nos protegem deles. Os dados são os pensamentos inflamados, que o inimigo lança contra nós, trazendo medo, pavor e ameaças. São também emoções que se levantam contra a vontade de Deus. Pensamentos de rixas, contendas e desconfianças que surgem nos relacionamentos dos cristãos. Todos estes dardos só serão inutilizados, se eles forem rebatidos pelo escudo da fé. Para isto, o escudo precisa estar em pé, firme. Fé, é a certeza nas promessas de Deus. É esta graça interior que inutiliza as setas do diabo. “Pois Ele reforçou as trancas das tuas portas, e abençoou os teus filhos dentro de ti”. ( Sl 147,13)  Estas trancas são o escudo da fé, o diabo não pode invadir nossa vida, pois as portas estão bem fechadas pela fé.Se não houver a certeza interior nas promessas de Deus, na vontade, no amor de Deus, na comunhão  e no bom relacionamento das pessoas conosco, os dardos entrarão e inflamarão as áreas onde puderem alcançar. Existem pessoas eu vivem com medo, pavor, debaixo do terror, temendo ladrões, enfermidades, morte, traições, porque o demônio acertou um dardo naquelas áreas de suas vidas, e, a partir dali, qualquer toque naquelas regiões, doem muito. No relacionamento com as pessoas age da mesma formas, quando não há aliança, confiança, motivações, transparências, então o diabo começa “a insinuar coisas”, então as pessoas ficam irritadas e discutem sem motivo. Temos que quebrar todos estes dardos, setas, e  destruir a força de operação daqueles dardos, com o escudo da fé, dizendo: – É mentira, satanás! Capacete da Salvação: É a arma que nos capacita a proteger nossa cabeça, caso sejamos atingidos. A cabeça é o órgão mais delicado, vulnerável e exposto do corpo, por isto, Deus providenciou para nós o capacete da salvação. A certeza de que temos uma vida eterna e mesmo que alguma coisa nos atingiu nosso corpo físico, nosso tabernáculo celestial, não se desfará. É a maior proteção de grandes homens que operaram grandes proezas para Deus. ( I Cor 6,19) Falo como homem, por causa da fraqueza da vossa carne. Assim como oferecestes os vossos membros para a escravidão da impureza, e da maldade para a maldade, assim oferecei agora os vossos membros para servirem a justiça para a santificação. ( II Sm 23: 8-39). Se não houver esta fé, certeza e obstinação no capacete da salvação, será difícil obter esta vitória.Espada do espírito: É a única arma de ataque que temos e não necessitamos de nenhuma outra. A espada de Cristo é a palavra de Deus, é a força, a autoridade, a unção de Deus à nossa disposição. Jesus combateu e venceu satanás dizendo: “Está escrito.” :  Jesus, pois, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão; e foi guiado  pelo Espírito, no deserto.      Durante quarenta dias, sendo tentado pelo diabo. Nada comeu naqueles dias, ao fim dos quais  teve fome. Disse-lhe então o diabo:–  Se  és Filho de Deus manda que esta pedra  se transforme em pão. Mas Jesus lhe respondeu:– Está escrito: Não só de pão viverá o homem. E elevando-o  mostrou-lhe num momento  todos os reinos do mundo. Disse-lhe o diabo: -Dar-te-ei toda esta autoridade e a glória destes reinos, porque ela me foi entregue, e a dou a quem eu quiser.  Portanto, se prostrado me adorares, toda será tua.Mas Jesus lhe respondeu: -Está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele darás culto. Então o levou a Jerusalém e o colocou sobre o pináculo do templo e  disse: -Se és Filho de Deus, atira-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos ordenará a teu respeito, que te guardem; e: eles te susterão nas mãos, para não tropeçares nalguma pedra. Respondeu-lhe Jesus: -Dito está: Não tentarás o Senhor teu Deus. Passadas que foram as tentações de toda sorte, apartou-se dele o diabo, até o momento oportuno. ( Lc 4, 1-13).

 Esta é a palavra de Deus. Ele usou esta arma da palavra para proclamar os desígnios de Deus e destruir as propostas do diabo. As armas de defesa são armas que param o avanço do diabo. Quando ele começa a atacar, geralmente caímos da defensiva, mas a melhor defesa é o ataque e isto se faz pela palavra de Deus.

Proclama a Palavra! Anuncia o que Deus disse, fale sobre as promessas de Deus, naquela área, e o diabo fugirá: “Sujeita-vos, portanto, a Deus, mas resisti ao diabo e ele fugirá de vós.” ( Tg 4.7) O apóstolo Paulo nos diz para usar toda a armadura que Deus nos deu, para ficarmos firmes contra as ciladas do demônio:enhor 6.10-Finalmente,fortalecei-armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes. Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça, e calçando os pés com a preparação do evangelho da paz, tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos, II Cor 6, 17-18: Pelo que, saí vós do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa imunda, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Todo-Poderoso.
II Cor 10.4-5): pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas;  derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo;
 

TEXTO COMPILADO DO LIVRO ESCRITO POR CÉLIA RIBEIRO:,  “PROTEÇÀO DE DEUS”

Facebook Comentarios