Porque amamos quem não nos ama de volta?

Há alguns anos atrás eu escrevi um post no meu blog, intitulado “Por que amamos quem não nos ama de volta?” Sempre foi um dos meus posts mais lidos, e um dos termos de buscas mais comum que leva as pessoas a meu blog que é uma variação do que a pergunta: Por que eu amo alguém que não me ama de volta?

Pessoas que vieram através do Google que tem um Amor não correspondido são um mistério que estamos pedindo ao motor de busca para resolver para nós. Amar alguém que não parece corresponder aos nossos sentimentos é doloroso, e quando Deus não faz a dor ir embora, quando pedimos a Ele, então perguntamos ao Google.

Eu namorei um rapaz na faculdade eu estava sobre a lua para. Eu o amava, sem dúvida. Mas, então, ele terminou comigo. E um ano depois que terminamos, eu ainda me sentia como se eu o amava. Eu precisava para seguir em frente. Amigos concordaram, era hora. Mas eu não sabia como. Eu não conseguia decifrar as medidas a tomar para parar de amá-lo. Uma noite em um quarto de hotel Phoenix, enquanto eu estava viajando com a minha família em férias de Natal, eu confesso isso para os meus pais. Eu confesso que eu chorei e pedi desculpas para o quão estúpido era que eu estava chorando, e então eu chorei sobre a estupidez de chorar, e então eu não parava de chorar. Até meu pai, desde a mais simples das respostas que seria o catalisador para a minha recuperação: . “Você não pode ajudar quem você ama”

baloes_casal
* Foto por Brandon Warren, creative commons

Talvez perceba agora porque essas palavras eram tão úteis, porque meu pai estava usando o plural “você.” Ele não estava dizendo: “Você, Andrea, é única e não pode deixar de amar a pessoa que machucou o seu coração.” Ele era dizendo que nenhum de nós pode deixar de gostar as pessoas que não têm amor na nossa relação. O poder deste – realizando o seu problema é compartilhado por muitos outros – não pode ser subestimado.

• • •

Alguns anos atrás, quando eu explorava pela primeira vez esta questão, tracei paralelos ao Evangelho. Decidi que quando sentimos um amor não correspondido, isso reflete a cruz tão bem, e é aí que o nosso consolo está no meio de tudo isto. Ainda acredito nisso, mas agora que eu vi quantas pessoas precisam de uma resposta a esta pergunta e quanta paz eu senti naquele quarto de hotel em Phoenix quando eu percebi que não estava sozinha, eu acho que o conforto pode ser encontrada tanto no elemento comum como no Evangelho.

Em “Feliz Natal de “CS Lewis ele explica que abrir os nossos olhos para esta comunidade é o que abre nossos olhos para Deus: “Por que é que Deus quis dizer a humanidade a ser como; gosto jogadores em uma banda, ou órgãos em um só corpo. Consequentemente, o único instrumento realmente adequado para aprender sobre Deus é toda a comunidade cristã, esperando que ele juntos. “

Olhe ao seu redor. Quantos estão sofrendo de amor por um ex-namorado ou namorada? Ou um membro de sua família que tem falado tantas coisas que nos machucam e se esqueceram de tantos aniversários que já não merecem o amor? Ou uma criança que fugiu e nunca mais voltou para casa? Ou um pai que nunca disse “eu te amo” para o seu filho? Todos eles são amados por alguém, e esse alguém tem dúvidas quanto às razões pelas quais eles ainda amá-los, o que eles não tem nenhum negócio amar.

E talvez eles estão pedindo ajuda ao Google, mas eles podem ter certeza de que não estão sozinhos e que certeza eles verão a Deus.

Autora: Andrea Lucado
Tradução: Daniel Fernando Ribeiro César

Facebook Comentarios

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *