Perdas! Como Lidar Com Elas? Pr. Jaime Kemp

Perdas! Como Lidar Com Elas?


 

“…No momento em que estou escrevendo este artigo sobre perdas, apresento as minhas e imagino quais sejam as suas, querido leitor. Sei que você já teve, ou pode até estar tendo agora, algum tipo de perda. Como seria bom e terapêutico se pudéssemos sentar juntos, chorar juntos e orar juntos. Gostaria de, neste momento, como se juntos estivéssemos, compartilhar algumas coisas que Deus tem falado comigo em meio a estas perdas. Dor, sofrimento, problemas, adversidades, aflições, tentações e perdas podem exercer um importante ministério espiritual de disciplina, refinamento e enriquecimento. Algumas flores, como a rosa, precisam ser esmagadas para que sua fragrância seja liberada. Algumas frutas precisam ser espremidas para liberarem sua doçura. Alguns metais, como o ouro, precisam ser colocados na fornalha para atingir um grau significativo de valor e pureza. O mesmo acontece conosco. Muitos precisam ser humilhados antes de ser exaltados. O Oleiro precisa quebrar o vaso para utilizar o mesmo material em um vaso novo e atraente. Nossos corações precisam ser quebrados para que deles escorra um precioso conteúdo, de forma a abençoar outros. Um amigo lembrou-me de que Deus não nos conforta para que fiquemos confortáveis, mas para que confortemos outros “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda a consolação, que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, pela consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.” (II Coríntios 1: 3 e 4)


 

Quando Deus, com uma mão, envia-nos uma provação, com a outra oferece-nos graças para enfrentá-la. Portanto, as provações acabam resultando em triunfos. Os pesos tornam-se penas. As aflições, ao invés de permanecerem como colchões de espinhos, tornam-se lençóis de pétalas de rosas. Perdas transformam-se em ganhos. Bênçãos disfarçadas e anjos camuflados por um breve momento são mensageiros dos céus, que vêm nos abençoar e tornar nossa imagem mais parecida com a do amado Filho de Deus. Dor é parte do plano de Deus. Muitos são os testemunhos dos que afirmam ter recebido bênçãos especiais e específicas enquanto trilhavam sua “via dolorosa”. Dor, sofrimento e adversidade fazem algo extremamente significativo em nosso caráter. Deus está no ramo de transformar nossas vidas, preparando-nos para Seu serviço. Deixe-me dizer uma coisa a você: em momento algum achei que fora Deus quem planejara meu seqüestro. Tampouco creio que Ele se compraza com qualquer tipo de violência ou tragédia. No entanto, creio firmemente que Ele é mestre em transformar tragédias em bênçãos. Será que Jesus sabe o que significa ser traumatizado? Lembre-se de que foram as gotas de suor por Ele derramadas que se transformaram em sangue durante a agonia no Getsêmani. Traumas e perdas: Ele passou; Ele conhece. Qualquer que seja sua perda, e é possível que a sua ou a de algum ente querido tenha sido bem maior do que as que eu até aqui já tenha experimentado, gostaria de convidá-lo(a) a atender o convite feito a você, pelo próprio Jesus: “Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve.” (Mateus 11: 28-30)

 

Texto: Pr. Jaime Kemp

Revista Lar Cristão / Edição Fev./02

Facebook Comentarios

Check Also

Aceite ser devolvido a sua verdadeira identidade – Bárbara Rebouças

Aceite ser devolvido a sua verdadeira identidade Do ponto de vista analítico a cultura secular …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *