NASCEU JESUS – Jaime Kemp

0
3

Há quase dois mil anos nascia Jesus. Seu berço foi o coxo onde se alimentavam os animais, e seu colchão foi a palha, o alimento propriamente dito. Na noite do seu nascimento, pastores que viviam nos campos e guardavam seus rebanhos nas vigílias da noite viram surgir no céu, em meio a fortes flashes de luz, o maior espetáculo já visto, inigualável e inimitável. O palco era o próprio firmamento, os protagonistas, seres celestais, a música angelical! Nenhuma tecnologia, nenhum estúdio cinematográfico, seja em Hollywood, ou em qualquer outro lugar do planeta, conseguirá jamais igualar tal espetáculo! E o coral de anjos cantava: “Glória a Deus nas maiores alturas e paz na terra…”Que quadro! Que espetáculo grandioso!Jesus deixou o seio do Pai Celeste e nasceu do ventre de uma mãe humana. O filho de Deus tornou-se filho de Maria. O infinito tornou-se infante. Aquele que sustentava com seus braços o mundo, passa a ser segurado pelos frágeis braços de uma mulher. Aquele cuja casa era o próprio universo, que tinha por carruagem as nuvens, por diademas as estrelas, passa a dormir numa simples manjedoura. Ele deixou o palácio real nos céus, por uma estrebaria e pela bancada de uma carpintaria. Ele deixou o trono dos céus por uma cruz fora dos muros da cidade. Ele, o Príncipe da Vida, pendeu, na morte, sua cabeça. Ele, que nunca pecou, tornou-se pecado por nós. Ele, que deu luz às estrelas, quedou-se na escuridão. Ele aqui veio, aqui caminhou. Teve fome, Teve sede. Sofreu, chorou, sangrou, e morreu. Qual o motivo? Por que razão o Ilimitado limitou-se? Para estender a Sua paz ao mundo aflito. Natal é Emanuel – Deus Conosco. Para o quebrantado, para o decepcionado, para o solitário, para o culpado, para os que fracassaram, para os que estão presos, para os pais que criam os seus filhos sozinhos, para os abandonados,para os idosos,para os hospitalizados,para os que estão a beira da morte,Ele veio trazer esperança,sentido,conforto, mas, especialmente Sua paz ao coração atribulado. Com suas próprias palavras Ele disse: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:27).Que o Príncipe da Paz faça morada permanente em seu coração. “Paz seja convosco”!

Jaime Kemp –Extraído da Revista Lar Cristão

Facebook Comentarios

LEAVE A REPLY