quarta-feira , 23 agosto 2017

Mensagem sobre Filho Pródigo e Testemunho de cura de seu filho com o Pastor Benedito Domingues

Este artigo já foi visto1668 vezes!

screenshot-www.unidosnafe.com.br 2015-03-20 10-46-46

Porque ele é verdadeiro, O Senhor Jesus é o Deus de ontem, hoje e eternamente e a sua palavra dura para sempre.
Como está escrito no Salmo 119 a tua palavra está no céus. Se pegarmos esta Bíblia que já foi perseguida e tentaram destruir muitos durante o rumo da vida da igreja, jamais conseguiram e outro não vão conseguir. Porque a matriz desta Bíblia não está na terra, está nos céus. A palavra de Deus é eterna. Quero amados irmãos deixar uma saudação, já falei com o Pastor Nilton e como passar a vir aqui. Não vou poder ficar até o final para poder abraçar o nosso querido pastor Gilmar Santos que estará aqui ministrando a palavra, porque também hoje é aniversário da esposa do pastor presidente da igreja, também tem um culto de ação de graças ali agradecendo.

Mas eu quero abrir a palavra de Deus no Capítulo 15 no evangelho de Lucas no Versículo 18, que diz assim a palavra de Deus: “Levantar-me-ei e me entrego ao meu pai e dir-lhe-ei: – Pai pequei contra o céu e perante ti, já não sou digno de ser chamado de filho, faz-me como um de seus trabalhadores. Este aqui amados irmãos, dois versículos lido, traz a reflexão do filho pródigo. Aquele moço que gastou tudo que possuai, com os prazeres da carne, com os prazeres do mundo, na orgia, e de repente, se viu numa situação, tão crítica, abandonado por seus amigos, abandonado por todos, e agora não tinha mais amizade. Porque a verdade é o seguinte, o mundo, muitas vezes nos oferece alguma coisa, quanto também nós temos para dar e o mundo, as pessoas, elas influem de amizades, de repente da nossa situação. E ele estava ali numa situação tremendamente humilhante, estava tratando porcos, era o emprego que conseguiu arrumar para sobreviver foi tratar de porcos. E nós sabemos que na lei judaica, o porco, o judeu nem come carne de porco, porque eles tem ele como animal imundo, pois ele estava ali naquela humildade, sofrendo, queria muita das vezes alimentar-se daquela comida que os porcos comiam porque ninguém lhe dava nada para comer. E naquela hora de desespero, de sofrimento, ele olhou para o céu e disse: Levantar-me-ei, irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei, pai pequei contra o céu e perante ti, já não sou digno de ser chamado de filho, mas me trata como um de seus trabalhadores. Porque ele sabia que na casa do pai, os próprios trabalhadores, tinham um tratamento digno, honrado e alimentaram-se bem. E mudaria aquela situação.

Muitas das vezes as pessoas sofrem e não tem a humildade de reconhecer o seu estado de miséria e clamar a Deus ao nosso pai, pela misericórdia que ele tem, para nos abençoar. Portanto, nós temos de fazer essa reflexão, e ter coragem de confessar as nossas fraquezas perante Deus e ter coragem de pedir perdão a Deus aquilo que nós a gente praticamos, porque ele é misericordioso, e só ele tem bençãos para dar. Nós sabemos o final desta história mas este trecho é lindo, é um trecho de um momento de angústia, que aquele jovem passava, mas ai ele lembrou que tinha um pai. Mas este pai era bondoso, este pai perdoa, que este pai abençoa, que este pai socorre nas horas mais difíceis, se clamarmos por ele, ele responde o nosso clamor. Por isto meus amigos, eu quero deixar estas palavras, que se estiverem pessoas aqui nesta reunião, neste culto abençoado, que tem necessidade de Deus, faça como aquele jovem, faça levantar-me-ei e terei um encontro com Deus, porque eu sei que as bençãos irão vir em minha vida, porque Deus tem bençãos para nos dar. E Deus abençoe a todos nós, que ele nos guarde e nos abençoe.

TESTEMUNHO DA CURA DE COÁGULO NO CÉREBRO DO FILHO CÉSAR

Mas também eu não posso deixar, meu querido pastor Gilmar (Abraçou pastor Gilmar Santos), de dar um pequeno testemunho,  no ano de 2007, no mês de setembro, eu estava em casa, quando meu filho caçula o Sérgio, me ligou, Pai uma grande luta, o César no HRT com um derrame cerebral. O César é um de meus filhos, é o segundo filho. Eu sai daquela hora correndo para o HRT, cheguei no HRT estava meu filho ali, e sabe que o socorro é uma calamidade tremenda, ele estava na ortopedia, em cima de uma maca e ali prostrado, eu disse meu filho, ele disse, pai a cabeça está doendo demais eu não aguento nem mecher. E o médico estava ali, ele nos foi muito amigo ele disse, olha já demos uma injeção nele, pode ir para casa em meia hora está bom. Mas eu não posso tirar ele daqui. Como a situação estava agravando, nós recomemos, pegamos uma ambulância para o São Lucas, chegando lá mais de 3 horas, foi feito uma tomografia computadorizada, constatado que o cérebro dele estava com derrame, cheio de sangue, e foi direto para UTI e ficou na UTI 3 dias no Santa Lúcia e depois transferimos para o Hospital de Base porque naquela época tinha o Doutor Ronaldo, era um dos maiores especialistas no Brasil, sobre este assunto, ai ele ficou mais 3 dias na UTI e ficou em observação. 19 dias ele estava no hospital. Quando foi fazer uma outra chapa, outro exame na cabeça, que ele saiu, eles iam empurrando a maca para ele. Duas irmãzinhas, não sabemos quem são, se procurarmos saber, não vamos encontrá-las, uma com um balde na mão, e a outra com um rodo, passou e ergueu as mãos sobre a maca sobre ele e falou: -DEUS MANDA TE DIZER QUE VOCE NÃO VAI SER OPERADO. E ele creu naquela palavra, chegou lá começou a testificar, para todos as pessoas que estavam ali, que Deus ia fazer uma obra em sua vida, e ele não ia ser operado. Isto foi numa quarta feira.

Na quinta-feira o doutor Ronaldo chama lá e fala:
– Olha, nós examinamos o caso de seu filho, e amanha as duas horas ele vai ser operado. Ele vai ser operado. Eu vou fazer a cirurgia.
Ai eu disse,:
– Doutor o que vai acontecer?
– Nós descobrimos uma veia que passa neste angulo aqui que é a origem da hemorragia no cérebro dele.  (Doutor Ronaldo)
– E voce vai cortar este osso? (Benedito Domingues)
– Vou cortar aqui, e por aqui eu faço a cirurgia.
– Vai ficar alguma sequela doutor? (Benedito Domingues)
– Deverá ficar, ele pode perder a vista direita, e perder o olfato.
– Paciência, vamos orar, e Deus faça o melhor possível. (Benedito Domingues)
E passamos aquela noite, oramos, eu e a esposa, na sexta-feira eu estava na administração regional, ai querendo descer para o hospital, para acompanhar os casos, porque naquela madrugada logo de manhã, olhei e vi todos os preparativos para as duas horas ele descer para o centro cirurgico para fazer a cirurgia. Era 11 horas da manhã quando o celular tocou, era ele do outro lado. Eu falei.
Ele falou – Pai (Era meu filho). Ai eu disse já estamos descendo em poucos minutos nós estamos ai.
Ai meu filho falou:
– Não Pai eu quero dizer uma notícia para o Senhor. Doutor Ronaldo veio aqui, Doutor Alexandre, mais outros médicos, 7 médicos, venho médico da UNB, professor da UNB,  me examinaram, eu não vou ser mais operado, não encontraram mais nada na cabeça. (César filho de Benedito)
– Irmãos este é o Deus que nós servimos. E graças a Deus ele saiu completamente livre, sem nenhuma sequela, porque o Senhor Jesus fez aquela cirurgia naquela cabeça do meu filho. E aquelas palavras daquelas irmãs, ungidas por Deus. Deus Manda te dizer que voce não vai ser operado. E crendo.
O médico Disse amanhã eu vou operar.
Mas na hora certa Deus operou e colocou as suas mãos. Eu creio no Senhor Jesus.

Por isto Deus abençoe a todos nós e vamos guardar a nossa vida em comunhão com este Jesus.

Benedito Domingues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *