Novidades

Já não vivo eu – Bárbara Rebouças

Já não vivo eu

Não há um só dia sequer que eu não reverencie a glória de Deus. Haja o que houver, além das estações da existência sou impulsionada a buscá-lo, mais e mais. Cristo é a razão da minha vida, o motivo de toda alegria, a causa das batidas do coração em mim. Hoje mesmo, logo ao amanhecer, no instante que meus olhos se abriram pude contemplar o milagre de está viva e, com ele, a graça de correr ao encontro do amado da minha alma. Ali, naquele lugar secreto, onde apenas o Senhor me via, prostrei-me anelante aos Seus pés.

Constrangida por Sua Majestade Santa, copiosas foram as lágrimas diante do Deus vivo e verdadeiro. Como o Criador é sublime! Indecifrável é o prazer de senti-lo, de modo tangível, tocando cada partícula que envolve o meu corpo projetado por Sua grandeza inabalável. O Senhor está dentro de mim semelhante um fogo a moldar o vaso de barro que sou nas mãos do Oleiro. Deus de todo poder, sabedoria e grandeza, mesmo sendo o Dono de tudo, ele escolheu-me para servi-lo em adoração. Tenho nítida certeza de absolutamente nada ser digna, mas o Senhor decidiu receber-me em Seus braços no instante que eu declarei-me convicta quanto a realidade do único amor que jamais sucumbirá, a verdade da graça manifesta na cruz.

Minha oração hoje, entre tantas palavras de exaltação ao Senhor do universo, reconhecendo ser ele e ninguém mais o Grande Eu Sou, foi pedindo a Deus por mais chances de me arrepender e ser como Ele deseja. Tudo que eu quero é andar em convergência aos mandamentos celestiais, honrar o autor e consumador da salvação. Sigo abdicando a cada dia do meu eu, dos ilusórios conceitos mentais, em prol de ter a mente de Cristo e, assim, permanecer perseverando obstinadamente testemunhando ao mundo a beleza de Cristo Senhor. Não vou parar, por nenhum motivo, de proclamar a verdade eterna contida nEle, cujo acesso é possível nas Sagradas Escrituras.

Nestes 18 anos, período somatório a minha conversão a Cristo, tenho sido impactada em todos os âmbitos. No decorrer das minhas experiências diárias com o Espírito Santo, durante cada oração e leitura da Palavra divina, entre os vastos ensinamentos espirituais descobri que felicidade real existe. Não é obtida com aquisição de bens materiais, já que os mesmos são perecíveis, ou acúmulo de títulos, pois diante de Deus não há divisão de castas sociais. Satisfação completa é viabilizada por um único Nome acima de todos os demais: Jesus Cristo. Eu confio totalmente no meu Pai Celestial. Não posso sobreviver neste mundo mal se eu não prosseguir entregando toda a minha vida no controle soberano dEle. Cristo é o meu alvo!

Somente por causa das misericórdias dEle, não esgotou o afago de Deus por nós. Ele continua esperando nossa entrega definitiva, isenta de qualquer outra ligação errônea, que não tenha as bases sólidas celestiais como parâmetro seguro. Deus ainda quer nos carregar em seus braços, nos curar com seus abraços e receber nossos beijos de adoração. Ele está aguardando, com longanimidade, pelos homens e mulheres, crianças, jovens e adolescentes rendidos a Sua maravilhosa presença, para que então tenham o direito aos nomes inscritos no Livro da Vida com Seu sangue redentor. O Rei Jesus ama ser amado por nós, e não há nada mais relevante para Cristo. Não há lugar de honra maior que servir a ele por inteiro.

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”. Galátas 2: 20

Bárbara Rebouças

Facebook Comentarios

Deixe uma Resposta

Seu endereo de email no vai ser publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.