Novidades

Eu me apaixonei por um amigo. O que fazer? Débora Ferreira

abrao_fraterno

Muitas vezes, um relacionamento amoroso nasce de uma amizade que já existia há muito tempo. Esta é uma situação muito comum quando se cria um vínculo forte, mas, às vezes, um tanto quanto delicada, afinal, o namoro pode não dar certo, e uma amizade verdadeira acabar.

“Avalie primeiramente se a amizade é real ou se não há uma paixão maquiada. Muitas vezes, o fato de fazer de tudo pela outra pessoa vai além do que você imagina”, alerta a psicóloga Jussara Garrelli Conrado.

Segundo ela, em diversas vezes já estamos apaixonados e atraídos pelo amigo muito tempo antes de desenvolver uma amizade. “Geralmente, a própria paixão faz com que os dois se aproximem e comecem a ter um contato muito intenso”, completa.

Mas e se o outro percebe o sentimento, o que fazer? De acordo com Jussara, não há situação pior do que esconder o que se sente. Imagine se por algum acaso a outra pessoa disser que está gostando de alguém? Você terá que ajudar.

“Quase perdi a chance de me relacionar com uma pessoa por medo de perder a amizade. Na época, eu ensaiei e procurei o momento certo de falar. Só que demorei tanto que ele veio me perguntar o que eu achava de outra pessoa por quem estava se interessando. Nesse momento parei, olhei e falei: ‘Não acho que ela te mereça tanto quanto eu. Me dê uma chance.’ Lembro-me como se fosse hoje. Atualmente, sou casada com meu amigo e temos uma filha”, relembra a analista de sistemas Priscyla Lazari.

Não se sabe qual será a reação do outro se alguém não der o primeiro passo. “Muitas vezes, quem pretende falar cria uma ocasião na mente e nem sabe se será realmente assim. Pense que há a hipótese de o outro revelar o interesse também, e o amor ser recíproco”, diz a psicóloga.

Dicas para se declarar

– Faça elogios, aos poucos, entre um bate papo e outro;

– Verifique com os conhecidos mais próximos se a pessoa por quem você está interessada gosta de alguém;

– Se arrume de modo diferente quando estiver na presença dessa pessoa;

– Convidar não faz mal a ninguém. Chame para te acompanhar em algum lugar;

– Abrace com carinho, sorria, esteja sempre de bom humor.

Autora: debora.ferreira@arcauniversal.com

 

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*