Como se tornar um líder

Como se tornar um líder

novembro 28, 2011 0 Por Exercito Universal

lider

Alguns profissionais com perfis agitados e cheios de disposição chegam a tornar-se líderes de equipes no ramo de atuação. Muitos ainda não completaram nem 30 anos, mas já estão no comando de departamentos e até de grandes empresas.

Na vida espiritual não é diferente, e para se tornar um bom exemplo é preciso ter algumas características. O pastor Gelson Luís, coordenador do Força Jovem na Europa, dá 12 dicas para tornar-se um líder:

1º – Transparência
Nada melhor do que nos relacionarmos com jovens transparentes. Esta é a marca de alguém que tem vencido o orgulho e a necessidade de ser aceito. Jovens assim são livres; mais ainda, refletem segurança nos relacionamentos;

2º – Ensinável
Jovens arrogantes e sabichões nunca aprendem nada. Se existe algo que nós devemos saber nestes dias, é a capacidade de sermos ensináveis. Disponibilidade para inclinar os ouvidos e o coração para ser ensinado, é um bom sinal;

3º – Submisso
Uma das estratégias de Satanás na vida do jovem é fazê-lo rebelde e insubmisso. Submissão não é prisão, é liberdade. Submissão é um dos segredos de uma vida longa, próspera e cheia de frutos. Jovens submissos às autoridades são jovens que prevalecem;

4º – Fácil de tratar
É difícil conviver com alguém duro, resistente e cheio de razão. Jovens intratáveis nunca erram, estão sempre certos, justificam-se e, por esses motivos, nunca terão o caráter transformado. Afinal, são intratáveis. Aqueles que têm o coração amolecido por Deus se deixam tratar e se tornam grandes líderes na casa de Deus;

5º – Humilde
Qualidade marcante de quem possui uma vida rendida diante do Senhor Jesus. Para estes não há lugar para o orgulho ou a soberba. Só há lugar para um coração despojado, entregue, rasgado diante do altar de Deus. Jovens com um coração humilde expressam a vida de Jesus;

6º – Manso
Jesus disse que devemos aprender com Ele, que é manso e humilde de coração, pois só assim encontraremos descanso para as nossas almas. A humildade e a mansidão nos fazem ser semelhantes a Jesus, e traz descanso ao nosso espírito;

7º – Cheio do Espírito Santo
Não pode ser cheio de si mesmo. Cheio de ideias e conceitos próprios. Deve ser cheio do Espírito. Na Bíblia, um dos símbolos do Espírito Santo é o vinho, símbolo da alegria e da vida. Desta forma os líderes devem ser reconhecidos: cheios de alegria e cheios de muita vida de Deus – este é o nosso combustível ministerial;

8º – Determinado
A determinação é um fator predominante na vida daqueles que querem vencer, pois ela é um ato da nossa vontade. Jovens de desejo livre terão mais facilidade para desenvolver essa qualidade;

9º – Fervoroso
Este é o ingrediente que dá brilho ao ministério do jovem líder. Chega a ser empolgante observar alguns no desenvolver de seu ministério. Há uma diferença entre um líder frio, um morno e outro fervoroso. O frio traz desânimo consigo, o morno não influencia em nada, enquanto que o fervoroso faz toda a diferença;

10º – Motivado
Como é bom ter líderes motivados na igreja, e como é bom estar ao lado deles. Eles nos impulsionam a seguir em frente e vencer. Na verdade, a motivação do líder é responsável por 50% do êxito de seu ministério. Líderes motivados têm o crescimento desobstruído;

11º – Disposto
Nada mais chato que tratar com pessoas indispostas. Geralmente não produzem nada e têm a capacidade de influenciar negativamente os que se mostram dispostos. Disposição é uma qualidade importante na liderança;

12º – Ousado
E para finalizar, a bendita ousadia que nos conduz aonde quer que o Senhor queira. Uma pequena direção dada por Deus no nosso Espírito nos fará avançar e prosperar naquilo para qual fomos dirigidos, sem qualquer dúvida, questionamento ou sentimento de incapacidade. O jovem líder que desenvolve essa qualidade, avança, prospera e supera suas próprias limitações.

ArcaUniversal

Texto retirado do Exército Universal – www.ExercitoUniversal.com.br
Facebook Comentarios