sexta-feira , 15 dezembro 2017

Autoridades. Devemos Obedecê-las? Frank Medina

Autoridades. Devemos Obedecê-las?


“Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação”. (Romanos 13: 1 e 2)


Queridos, tudo bem?

 

Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.

 

Temos de 4 em 4 anos as partidas de Copa do Mundo, vemos um patriotismo que deveríamos ver no nosso dia-a-dia, o povo brasileiro se une e quase todos param em dias de jogos da seleção brasileira, todos os torcedores se unem em prol de um mesmo sentimento, torcer pelo Brasil, sempre há aqueles que dizem não torcer, mas no fundo todos desejam que a seleção do país seja campeã do mundo, segundo lugar não vale para nós. Mas por que não temos esse sentimento com todas as áreas de nosso país? Por que detonamos os nossos políticos, policiais, chefes, síndicos, pai, mãe, ou seja, qualquer um que tenha sido posto como autoridade sobre as nossas vidas? Temos sido, desde crianças, incentivados a nos tornarmos questionadores de tudo, mas questionar é uma coisa, acusar é outra bem diferente. Podemos dar vários tipos de desculpas, nenhuma delas será suficiente quando lemos o que esta em Romanos 13. O que o Senhor nosso Deus espera de cada um de nós esta escrito em I Timóteo 2: 1 e 2 “Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens, pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e sossegada, em toda a piedade e honestidade”.

Os pensadores e intelectuais de nossos dias vivem com uma “metralhadora” na língua esperando qualquer deslize de uma autoridade para destilar o veneno das críticas, mas não apresentam soluções para as situações e problemas, defendem seus ideais sem permitir serem contrariados ou apenas confrontados, e o maior problema é que essas pessoas são muitas vezes formadores de opinião, esse tipo de coisa não ajuda a ninguém, muito menos ao nosso país. Não creio que consigamos mudar essa situação no mundo secular, mas devemos nos alertar para isso não ser regra também em nossas igrejas e vida cristã, falar mal ou denegrir as nossas autoridades não deve fazer parte de nosso dia-a-dia, devemos sim orar e buscar de Deus respostas e consolo, e no tempo certo, como, por exemplo, nas eleições, mudar algo através de nosso voto.

Na verdade, nos nossos dias vemos situações em que até as autoridades dadas por Deus às igrejas, “E Ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo”. (Efésios 4: 11 e 12), vem sendo detonadas como se tivéssemos qualquer autorização divina para isso, na verdade fazer isso é um grande perigo, a Palavra de Deus nos ensina: “O Senhor, porém, me guarde de que eu estenda a mão contra o ungido do Senhor…” (I Samuel 26: 11) Não se engane, apenas o Senhor pode julgar e Ele fará isso no tempo dEle e não no nosso, esta escrito em Mateus 13: 24, 25 e 30 “O reino dos céus é semelhante ao homem que semeou boa semente no seu campo; mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou joio no meio do trigo… Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro”.

 

Muitos, dos ditos, lideres cristãos tem se deixado levar por essa onda de acusações, claro que situações bizarras devem ser desmascaradas, mas não é bem isso o que esta ocorrendo, há uma grande parcela de “ministros do Senhor” acusando outros e pouco se ocupando com o que o Senhor Deus os comissionou a fazer. Quando não fazemos aquilo a que fomos separados para fazer trazemos maldição para as nossas vidas, e uma coisa eu garanto, não existe nenhum dom ou ministério especifico, dado por Deus, para que tenhamos direito de acusar a quem quer que seja, tanto na nossa vida secular, como na nossa vida espiritual. Fico imaginando aqueles que ainda não conhecem a Cristo vendo os ataques e acusações que os “cristãos” fazem uns contra os outros, que diferença eles verão em nós? Nenhuma. A vida secular é assim, muitos passam por cima de outros apenas pelo prazer de parecer melhor, muitos brigam por quase nada, muitos acusam por quase nada, se na igreja formos iguais, as pessoas não virão a nós e estaremos longe daquilo que Deus espera de nós. E pior corremos o risco de desagradar totalmente o Senhor, veja o que diz a Palavra: Ele, porém, respondeu: Ai de vós também, doutores da lei, porque carregais os homens com fardos difíceis de suportar, e vós mesmos nem ainda com um dos vossos dedos tocais nesses fardos”. (Lucas 11: 46) E mais: “Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque fechais aos homens o reino dos céus; pois nem vós entrais, nem aos que entrariam permitis entrar”. (Mateus 23: 13) E ainda: “Por que vês o argueiro no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não vendo tu mesmo a trave que está no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão”. (Lucas 6: 41 e 42)

 

Todos nós somos separados para fazermos a diferença nesse mundo “Vós sois o sal da terra… Vós sois a luz do mundo… Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus“. (Mateus 5: 13, 14 e 16) Seja você o diferencial em sua comunidade, se existe pessoas, lideres ou não, que aceitam ser subornados ou subornar, roubar, mentir, enganar, trapacear, iludir, trair, etc., etc., etc., você não deve fazer essas coisas nunca, e também não deve se preocupar em acusar os que fazem, se esforce para fazer o que é correto, tenho certeza que você será muito mais importante a sociedade e principalmente ao Reino de Deus.

 

Tudo isso, aqui, escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua boa, agradável e perfeita vontade, tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.


Para refletir; 

 

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus de paz será convosco“. (Filipenses 4: 8 e 9)


Um carinhoso abraço do seu irmão em Cristo,

Frank Medina

Facebook Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *