Aonde você quer que nasça o seu milagre? Pr. Marcus Gregorio

Aonde você quer que nasça o seu milagre? Pr. Marcus Gregorio

novembro 2, 2016 0 Por Marcus Gregorio

Image result for MARCUS GREGORIO LAGOINHA

Onde você quer que nasça o seu milagre?

Onde você quer que nasça o seu milagre?
Entenda que vivê-lo depende somente de você!

Seu milagre pode nascer em casa ou no trabalho, mas também pode nascer num lugar onde os animais dormem e comem, onde o cheiro não é agradável.
O Senhor me mostrou em Lucas 2.1-7 como uma heresia pôde ser criada só porque ninguém se sentiu motivado a acolher o Salvador do mundo e entrar para a história. Ninguém ofereceu a sua casa para que Maria pudesse dar à luz ao Senhor Jesus, embora Ele fosse o milagre que toda a humanidade precisava. Por causa da semente maligna que Adão e Eva plantaram, o pecado veio passando de geração em geração, mas o milagre enviado por Deus para redimir o homem não encontrou ninguém de coração aberto para recebê-lo. O fato é que isso gerou o sofi sma da pobreza. Pessoas de vários segmentos religiosos pregam que Jesus era pobre e que José e Maria fi zeram voto de pobreza porque Jesus nasceu em uma estrebaria. Essa visão entrou em nosso coração a ponto de ficarmos contaminados por ela.

Na morte de Jesus, um homem rico de Arimateia chamado José pediu a Pilatos o corpo sem vida e o depositou em seu túmulo novo, mas no nascimento do Messias não havia ninguém para acolhê-lo. Por estarem mais preocupados em se proteger, deram as costas ao milagre. Você está aberto para receber o seu? Queremos o milagre, mas nossa atitude o tem deixado do lado de fora.

Quero mostrar alguns motivos pelos quais o milagre nasce na manjedoura, nasce do lado de fora, na casa de quem não serve ao Senhor, mas não nasce em sua casa. É preciso entender que o ato de dar está debaixo de uma promessa universal, e isso é de quem pratica a fé, independentemente de qual fé seja. Quem dá por fé, recebe. Quando aquela viúva de 2 Reis 4 procurou o profeta e compartilhou sua complicada situação, ele não a mandou ir à igreja, mas aconselhou que voltasse para casa e pedisse vasilhas emprestadas à vizinhança.
O milagre vai começar dentro da sua casa, no meio da sua família.
Muitos de nós não nos animamos na hora de entregar nossos dízimos e ofertas porque, no fundo, não esperamos que Deus vá fazer aquilo que o profeta disse. Se você não duvida, você não esconde os seus recursos; não é mesquinho e nem avarento para com Deus.

Então, o que fez o milagre não nascer dentro de qualquer casa em Belém foi o fato de terem rejeitado o que estava escrito na Palavra. Os pastores estão alegres porque estão indo ver o menino, como muitos de nós vamos para a igreja, mas não nos lembramos de separar uma oferta. Ninguém lembra de levar algo para honrá-lo, que manifeste diante dele um coração grato.

A segunda razão por que o milagre pode nascer do lado de fora é que, para muitos de nós, trata-se apenas de uma boa notícia (Lc 2.10-11), mas você não se relaciona com o milagre.

A terceira coisa é que ninguém quis abrir mão de algo seu em favor daquele que poderia fazer muito mais por eles. Você quer o milagre? Qual é o nível da renúncia que você está disposto a fazer? Provavelmente, os que não renunciaram nada eram os que andavam atrás dele porque tinham necessidades urgentes – filhos endemoninhados, graves enfermidades, causas impossíveis. Deus não quer que você se relacione apenas com aquilo que Ele pode lhe dar, mas creia que tudo o que você coloca no altar, diante dele, é uma semente de honra, uma atitude de gratidão. Até onde você está disposto a renunciar algo em favor daquilo que quer?

A quarta reflexão refere-se ao versículo 20. Você pode se alegrar e até glorifi car a Deus por algo que viu e ouviu, mas isso não significa que se comprometeu com aquilo. Ofertar cria um vínculo entre você e todas as promessas que cercam esse ato.

Qual é o vinculo que você criou concernente ao milagre que deseja se não dizima e oferta sobre as promessas? Não há como criar vínculo apenas com palavras. Você pode dizer a todos que é bom de oração, excelente em leitura bíblica e poderoso no falar em línguas, pois são coisas que qualquer um pode esconder. Mas você não pode dizer que é próspero sem sê-lo, pois todo mundo percebe quem é ou não é. Diz o texto nos versos 21 a 24 que José e Maria deram exatamente o que dizia na lei – duas pombinhas e duas rolas. Você só dá dez por cento de dízimo porque é lei, mas o amor não mede esforços, não mede sacrifícios. Sabe por que milagres financeiros às vezes não funcionam? Porque esta parte do evangelho nós rejeitamos.

DESAFIO DE FÉ: Honre e adore ao Senhor por meio do seu dízimo e de suas ofertas de amor, e lute para quebrar em sua mente o sofisma de que a humildade significa pobreza ou miséria. Deus o criou para ser próspero!

Pr. Marcus Gregório

Fonte:

http://www.lagoinha.com/portal/engine.php?pag=art&sec=1&cat=516:cotidiano&art=19921

Facebook Comentarios