Ame a seu próximo – Frank Medina

Ame ao seu Próximo.


 

Pois, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos para ganhar o maior número possível: Fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse eu debaixo da lei (embora debaixo da lei não esteja), para ganhar os que estão debaixo da lei; para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. Ora, tudo faço por causa do evangelho, para dele tornar-me co-participante.” (I Coríntios 9: 19 a 23)


 

Queridos, tudo bem?

 

Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.

 

Lendo o texto acima podemos verificar o grande amor que Paulo tinha por todas as pessoas independentemente de seu status, cor, raça, crença, etc., ele diz literalmente que se fez tudo para ficar igual a todos e conseguir ganhar alguns para Jesus Cristo. Paulo não se preocupou com o que pensariam dele, ele simplesmente foi “luz” para aqueles que estavam em trevas, sem jamais acusá-los, ele soube como se portar na presença de cada um, respeitando sempre suas particularidades, suas individualidades. Paulo amou tanto os perdidos que chegou a abrir mão da sua salvação se isso fizesse com que os seus irmãos judeus se convertessem e reconhecessem Jesus Cristo como o Messias, veja: “Digo a verdade em Cristo, não minto, dando testemunho comigo a minha consciência no Espírito Santo, que tenho grande tristeza e incessante dor no meu coração. Porque eu mesmo desejaria ser separado de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne.” (Romanos 9: 1 a 3)

 

Isto, meu querido(a), é o que podemos verdadeiramente chamar de Amor aos Perdidos, será que estaríamos dispostos a perder a nossa salvação se isso implicasse na salvação de todas as pessoas do mundo? Claro que nem todos serão salvos, a Bíblia diz que muitos hão de perecer, claro que nós não podemos salvar minguém, mas será que estamos com nossos corações ardendo de desejo de ganhar almas para o Reino de Deus? Infelizmente não é isso que vejo em muitas pessoas, hoje é muito comum condenarmos aqueles que não compartilham da nossa visão, é mais fácil assim, as pessoas que não conhecem a Jesus Cristo muitas vezes nos olham com receio pois muitas vezes somos apenas religiosos e esquecemos as ordenanças de Jesus Cristo e ao invés de levarmos as Boas Novas do Evangelho, levamos apenas palavras de condenação e acusação, lembre-se que Jesus não veio condenar e ainda hoje não condena ninguém, isso será feito para aqueles que não O receberam como único Senhor e suficiente Salvador, mas isso será feito a seu tempo e o tempo não é esse que estamos vivendo, ainda vivemos o que esta escrito em João 3:17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.”

 

Estamos longe, meus queridos, de sermos os verdadeiros discípulos de Jesus Cristo, vejamos algo que Jesus Cristo nos ordena: “Mas a vós que ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, bendizei aos que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, não lhe negues também a túnica. Dá a todo o que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho reclames. Assim como quereis que os homens vos façam, do mesmo modo lhes fazei vós também. Se amardes aos que vos amam, que mérito há nisso? Pois também os pecadores amam aos que os amam. E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que mérito há nisso? Também os pecadores fazem o mesmo. E se emprestardes àqueles de quem esperais receber, que mérito há nisso? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para receberem outro tanto. Amai, porém a vossos inimigos, fazei bem e emprestai, nunca desanimado; e grande será a vossa recompensa, e sereis filhos do Altíssimo; porque Ele é benigno até para com os integrantes e maus. Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso. Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos deitarão no regaço; porque com a mesma medida com que medis, vos medirão a vós.” (Lucas 6: 27 a 38)

 

Pois é, está é apenas uma das ordenanças de Jesus Cristo, coloque-se como está pessoa que Jesus Cristo pede que sejamos, será que conseguiríamos tomar um tapa no rosto e virar a outra face para levar outro? Mas entenda que isso nem sempre ou quase nunca será literal e sim figurado, às vezes ao tentarmos mostrar a vontade de Deus para alguém sofremos conseqüências por isso, mas não é por isso que vamos desistir, talvez falar sobre Cristo não esteja resolvendo, mas garanto para você, se as pessoas que você quer ganhar para Cristo verem você viver a vida que Jesus manda você viver, eles irão querer ser como você e ser abençoados como você será abençoado se colocar o Reino de Deus em primeiro lugar. O seu testemunho de vida muitas vezes, a maioria das vezes eu diria, falará muito mais do que muitas palavras.

 

O que quero realmente mostrar é que devemos amar as pessoas como elas são, como elas estão, não temos o direito de amar só a quem queremos, temos que amar a todos e a todos levarmos a Palavra de Deus, sem olhar a qual religião pertence, sem olhar se a pessoa acredita ou não em Deus, temos por obrigação levar as Boas Novas do Evangelho, mas a que foi ensinada por Jesus Cristo e não aquela que nos convém, devemos ter a Bíblia toda como a verdade Divina e não apenas uns pedaços que sublinhamos e usamos constantemente, é muito fácil acreditar que “tudo podemos naquele que nos fortalece”, mas não é tão fácil acreditar que podemos “amar de verdade os nossos inimigos”, quando for ler a Bíblia leia tudo e não apenas o que lhe convém.

 

Jesus nos diz que temos a obrigação de orar e abençoar aqueles que nos perseguem, aqueles que falam mal da nossa vida e muitas vezes fazem o mal contra nós, não sou eu que esta dizendo, mas sim o nosso Mestre Jesus, se não tivermos a capacidade de perdoar não estamos fazendo diferença para o Reino de Deus. Esqueça a vingança, não queira mostrar o erro dos outros, faça você o que é certo e com isso você será “Vós sois o sal da terra… Vós sois a luz do mundo… Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.”  (Mateus 5: 13, 14 e 16)

 

Tudo isso aqui escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua boa, agradável e perfeita vontade, tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Facebook Comentarios

Check Also

Inabalável confiança – Bárbara Rebouças

Inabalável confiança Há um remédio curador, bálsamo imprescindível, fonte inesgotável que nos concede o caminho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *