A Fábula da Raposa e da Vinha – Pastor Juanribe Pagliarin

Ilustrações do reino de Deus de Juanribe Pagliarin

Você sabe que a raposa é um animal esperto. É um animal inteligente, astuto. Muitas vezes um homem, uma mulher é comparado a uma raposa. Jesus falou que Herodes era uma raposa. Mas Herodes era uma raposa má. Eu vou te falar de uma raposa aqui, uma raposa que representa todos nós.

Veja que ilustração interessante:

– A raposa é um animal que come uvas, eu não sei se você sabe disto, se alimenta com uvas, e gosta demais de uvas.

Existem histórias, fábulas de La Fointeine, com a raposa. A raposa gosta de uvas, é interessante isto.

E uma certa raposa viu uma vinha bem cercada, e não tinha nenhuma brecha na cerca por onde ela pudesse entrar, e ela ficou do lado de fora do cercado olhando aquela vinha e cada cacho maravilhoso. Escorria saliva da boca da raposa. Ela olhava aquelas uvas amadurecidas, imaginava como o fruto devia ser doce, e como seria bom se ela pudesse entrar naquela vinha e comer. E ela ficou procurando procurando uma brecha naquela cerca e não achava. Ela achou a brecha ali que ela enfiou a cabeça, conseguiu enfiar a cabeça e o corpo não passava. Ela tentou de novo enfiar a cabeça e o corpo não passou.Ela tentou de novo enfiar a cabeça e o corpo não passou. Ai a raposa, como ela é muito esperta, ela teve uma idéia:

– Se eu fizesse um jejum, se eu ficasse vários dias sem comer, eu emagreceria bastante, ai eu consegueria passar por este buraco na cerca onde passa só minha cabeça, se eu emagrece bastante eu conseguiria passar neste buraco.

Ela procurou uma toca lá perto da vinha, se enfiou na toca, e ficou ali sem comer nada, fazendo um jejum rigoroso 1, 2, 3, 4, 5, 6, foi emagrecendo, enfraquecendo foi ficando pele e osso. E no sétimo dia a raposa estava magrinha magrinha, fraca, andando devagar, mas com aquela vontade de comer as uvas. E achando que o sacrifício valia a pena.

Ela enfia a cabeça, a cabeça passa pelo buraco da cerca, ela enfia o corpo e o corpo passa. Que alívio ela sentiu na hora que o corpo passou. E ai finalmente ela come aquela uva.A A fome era tanto que ela foi comendo, comendo, e a uva era uma delicia, e ela comeu e comeu.

Você sabe que a uva tem muito açúcar, a uva é um alimento muito energético, então ela comeu tanto que passou ali vários dias comendo, até que ela ficou super satisfeita, ela enjoou de comer uva, ela falou: Ai agora matei a minha vontade, enjoou de comer uva, ai ela pensou agora posso embora.

A cabeça passou para fora, mas o corpo não passou.

Ai ela percebeu que ela tinha engordado muito naqueles dias que ficou no rega bofe.

Se o dono da vinha chegar ela vai me dar um tiro de espingarda.

Ela foi para o lugarzinho mas escondido da vinha, e pensou vou ter de jejuar de novo.

Ela ficou ali sem se mecher 1 dia, 2 dia, 3 dia, 4 dia, 5 dia, 6 dia, 7 dia, 7 dias ela passa pelo buraco, e a cabeça passa e o corpo não passa.

Ué mas da outra vez eu fiquei 7 dias, como que agora eu não consigo. Ai ela entendeu que ela comeu demais quando estava dentro da vinha.

Ai ela ficou 8 dia, 9 dias, 10 dias, 11 dias sem comer, quase desmaiando fraca. Ela se levanta e enfia a cabeça no buraco para sair da vinha, e a cabeça passa, ela enfia o corpo e o corpo passa. Ela sentiu um alívio maior do que antes, por finalmente escapar dali, ai ela compreendeu, ela olhou para uva, e olhou para vinha e ela disse Adeus, nunca mais me apanharás, é sedutora e deliciosa, o que adianta seus frutos saborosos? por causa deles eu perco a minha vida, e de ti eu saio, como eu entrei.

Eu quero te dizer que a vinha é este mundo, a raposa é eu e você, a uva a tentação. E neste mundo nós vemos as coisas com nossos olhos e cobiçamos e desejamos, mas nós só conseguimos nos livrar deste mundo através do jejum.

Onde se aplica esta mensagem, na primeira epístola universal do apóstolo São João versículo 2. Não ameis o mundo, nem o que no mundo há.

Se alguém ama o mundo o amor do pai não está nele, porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, a soberba da vida, não é do pai, mas é do mundo, o mundo passa e a sua concuspiciência. Mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

 

Facebook Comentarios

Check Also

Aceite ser devolvido a sua verdadeira identidade – Bárbara Rebouças

Aceite ser devolvido a sua verdadeira identidade Do ponto de vista analítico a cultura secular …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *